Logo da Pinacoteca

Apoie

Ingressos

Logo da Pinacoteca

A Pinacoteca de São Paulo, museu da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, se une à Coleção Ivani e Jorge Yunes para lançar um modelo de colaboração pouco utilizado no Brasil, onde o funcionário da instituição tem seu salário e encargos financiados por um parceiro privado.

A vaga visa contratar um Curador(a) que trabalhará para a Pinacoteca durante dois anos, produzindo conteúdo, pesquisa e comissionamentos, atividades públicas transdisciplinares em diálogo com as coleções do museu. Confira informações sobre a vaga clicando aqui.

Poderão aplicar para a vaga brasileiros e estrangeiros, residentes ou não no país. A seleção será feita por uma comissão mista formada por representantes da Pinacoteca e da Coleção Ivani e Jorge Yunes.

As inscrições começaram em setembro de 2020 através de chamada aberta e por meio de cartas-convite. A duração de cada ciclo de trabalho será de 2 anos consecutivos, a começar em janeiro de 2021.

“Estamos muito felizes em apoiar de forma mais institucional e perene a Pinacoteca de São Paulo, instituição que meus pais, Ivani e Jorge Yunes, sempre prestigiaram”, afirma Beatriz Yunes Guarita, diretora da Coleção Jorge e Ivani Yunes. “Com a contratação deste profissional, a Pinacoteca terá a oportunidade de contar com mais um pesquisador em seu quadro funcional,” completa Beatriz.

O Programa de Pesquisa e Ação Transdisciplinar

O programa tem como objetivo dedicar-se ao estudo da arte e da cultura brasileiras, estimulando o pensamento crítico e as práticas curatoriais em diálogo com as mais diversas áreas de expressão, como dança, teatro, gastronomia, paisagismo, e claro, as artes visuais.

Segundo Jochen Volz, diretor-geral do museu, a notícia da parceira é para ser celebrada, sobretudo neste momento em que muitas iniciativas culturais relevantes no país estão suspensas. “A família Yunes é de longa data parceira da Pinacoteca. Desde 2012, Ivani e Beatriz são patronas fundadoras de nosso programa de aquisição de obras de arte de artistas brasileiros contemporâneos. Beatriz ainda empresta voluntariamente sua expertise, seu tempo e paixão ocupando, desde 2018, um assento no Conselho de Administração da Pina. Assim, era natural essa parceira sobretudo se pensarmos que a Coleção Ivani e Jorge Yunes é uma das mais importantes coleções de arte privada do país”.

Para Jochen Volz, essa também é uma oportunidade única de agregar ao quadro funcional mais um pesquisador e explorar propostas de trabalho e atividades multidisciplinares. “O/A Ivani e Jorge Yunes Curador(a) de Pesquisa e Ação Transdisciplinar terá condições orçamentárias para comissionar artistas e produtores culturais para 3 a 4 projetos de ações que serão apresentados como parte da programação cultural da Pinacoteca. Cada convidado receberá uma ajuda de custo de produção para o projeto. O programa pode ser conduzido nos mais diversos ambientes do museu (galerias, pátios, átrios, octógono ou auditório), em localidades na vizinhança e/ou através das plataformas digitais”, completa.

Coleção Ivani e Jorge Yunes

Iniciada em meados dos anos 70 pelo casal Jorge e Ivani Yunes, a coleção de arte foi sendo construída sem uma preocupação museal, mas a partir do olhar apaixonado do casal, por arte, beleza e cultura. Contempla cerca de 90 mil itens, entre pinturas, esculturas, prataria, arte sacra, documentos históricos, artefatos etno-históricos  e coleções de curiosidades.

Em seu acervo  preciosidades  da história da  arte brasileira do século XVIII aos modernos,  artistas internacionais  e  ícones da  história da  arte universal.

A Coleção Ivani e Jorge Yunes começou a ganhar feições públicas a partir da morte do Dr. Jorge, em 2018. Neste curto espaço de tempo, a coleção passou por um amplo e minucioso processo de documentação, catalogação e higienização e tem sido mostrada em diversos museus no Brasil e no mundo por meio de empréstimos temporários, comodatos e doações.

Pinacoteca de São Paulo

A Pinacoteca de São Paulo é um museu de artes visuais com ênfase na produção brasileira do século XIX até a contemporaneidade e em diálogo com as culturas do mundo. Museu de arte mais antigo da cidade, fundado em 1905 pelo Governo do Estado de São Paulo, vem realizando mostras de sua renomada coleção de arte brasileira e exposições temporárias de artistas nacionais e internacionais. A Pinacoteca também elabora e apresenta projetos públicos multidisciplinares, além de abrigar um programa educativo abrangente e inclusivo.

Seu acervo original foi formado com a transferência de 26 obras do Museu Paulista da Universidade de São Paulo e conta hoje com cerca de 11 mil peças. Entre elas, trabalhos de autoria de importantes artistas brasileiros como Anita Malfatti, Lygia Clark, Tarsila do Amaral, Almeida Júnior, Pedro Alexandrino, Candido Portinari, Oscar Pereira da Silva, entre outros.

Possui dois edifícios abertos ao público e com intensa programação: a Pinacoteca Luz e a Pinacoteca Estação. A primeira é conhecida pelos visitantes como Pina Luz, antiga sede do Liceu de Artes e Ofícios. Projetada no final do século XIX pelo escritório do arquiteto Ramos de Azevedo, passou por uma ampla reforma, no final da década de 1990, com projeto do arquiteto Paulo Mendes da Rocha. O edifício comporta ainda um dos principais laboratórios de conservação e restauro do país.

Já a Pinacoteca Estação, ou Pina Estação, inaugurada em 2004, originalmente abrigou os armazéns e escritórios da Estrada de Ferro Sorocabana. Seu edifício, também projetado por Ramos de Azevedo, foi totalmente reformado pelo arquiteto paulistano Haron Cohen para receber parte do programa de exposições temporárias e do acervo do museu.

No primeiro andar da Pina Estação, está localizado o Centro de Documentacão e Memória (Cedoc) e a Biblioteca Walter Wey, que apresenta um significativo acervo de publicações de artes visuais disponível para consulta pública. E, no térreo e no terceiro andar, está situado o Memorial da Resistência de São Paulo, no edifício que um dia sediou o Departamento Estadual de Ordem Política e Social de São Paulo (Deops/SP), entre os anos 1940 e 1983.

 

Serviço

Cronograma:

Agosto: assinatura do contrato de comodato e da parceria.

Setembro: lançamento do programa e abertura do processo seletivo

Novembro: anúncio do selecionado

Janeiro 2021: início dos trabalhos de pesquisa e programação

Confira informações sobre a vaga clicando aqui.

Pinacoteca de São Paulo:

De quarta a segunda, das 14h às 20h.

Edifício Pina Luz

Praça da Luz 2, São Paulo, SP – Salas A e B, 2º andar e pátio (térreo)

Ingressos: R﹩ 25,00 (entrada); R﹩ 12,50 (meia-entrada para estudantes com carteirinha)

Vendas apenas pelo site da Pinacoteca (www.pinacoteca.org.br)

Menores de 10 anos e maiores de 60 são isentos de pagamento.

Aos sábados, a entrada da Pina é gratuita para todos, mas é preciso reservar pelo site.

Edifício Pina Estação

Largo General Osório, 66 – Luz

De quarta a segunda, das 14h às 18h.

Visita Gratuita, mas é preciso reservar ingresso com data e horário pelo site (www.pinacoteca.org.br).