Logo da Pinacoteca

Apoie

Logo da Pinacoteca

Antoni Abad – megafone.net/2004- 2014

01 ago 2015
18 out 2015

A Pinacoteca do Estado de São Paulo, museu da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, inaugura em 1º de agosto Antoni Abad – megafone.net/2004-2014, exposição que apresenta uma retrospectiva e uma reflexão sobre o trabalho realizado pelo artista nos últimos 10 anos. Abad é pioneiro na exploração de novas tecnologias e no uso da internet como plataforma criativa e de pesquisa.

No projeto que antecede a mostra, representantes de diferentes grupos sociais marginalizados – pessoas com mobilidade reduzida, imigrantes ilegais, refugiados políticos, profissionais do sexo, taxistas, motoboys, entre outros – foram convidados a compartilhar suas experiências e opiniões por meio de mensagens de áudio, vídeo, texto e fotos feitas a partir de telefones celulares e publicadas na internet. Estes conteúdos atuaram como em megafones digitais capazes de amplificar a voz dessas pessoas e comunidades comumente ignoradas pelos meios de comunicação de massa.

Uma iniciativa colaborativa de publicação móvel na internet que soma atualmente 261 participantes e mais de 54 mil publicações. Agora no Brasil, a exposição audiovisual, que foi apresentada anteriormente na Espanha, reúne fotos, vídeos e registros documentais das diferentes edições do projeto realizado de 2004 a 2014 no México, Espanha, Costa Rica, Brasil, Suíça, Colômbia, Argélia, Estados Unidos e Canadá. Cristina Bonet, Soledad Gutiérrez e Roc Parés assinam a curadoria.

O megafone.net é um verdadeiro observatório de experiências e posicionamentos que apresenta novas possibilidades de uso aos celulares e foi pioneiro na construção de redes sociais virtuais. Foi realizado no Brasil e ganhou grande repercussão na mídia. Permanece ativo até hoje, ainda questionando as realidades culturais e os diferentes contextos econômicos e políticos”, disse Abad.

 Antoni Abad – megafone.net/2004-2014 foi organizada pelo Museu d’Art Contemporani de Barcelona (MACBA), tem a colaboração do Laboratorio Arte Alameda e Centro Cultural da Espanha no México (México), Matadero Madrid e Pinacoteca do Estado de São Paulo e o apoio da Acción Cultural Española. Tem patrocínio do Banco Bradesco e visitação gratuita até 18 de outubro como parte do projeto Octógono – área central do museu que articula todos os espaços da Pinacoteca e que recebe trabalhos contemporâneos.

ANTONI ABAD
Nascido em Lleida (Espanha) no ano de 1956, Antoni Abad é bacharel em História da Arte pela Universidade de Barcelona (1979). Seus projetos foram apresentados em importantes instituições culturais como o Centro de Arte Reina Sofía/Madrid (1997 e 2008); 2ª Bienal Iberoamericana de Lima (1999); ZKM, Karlsruhe, Alemanha (1999 a 2008); Bienal de Veneza (1999); New Museum of Contemporary Art/New York (2001); Hamburger Bahnhof, Berlim (2002); Museu de Arte Contemporânea de Barcelona (2003 e 2014); 1ª Bienal de Sevilla (2004); Centro Cultural São Paulo/Brasil (2007); Centre d’Art Contemporaine/Genebra (2008); Bienal do Mercosul/Porto Alegre (2009); Golden Nica Digital Communities do Festival Ars Electronica/Áustria (2006); Queens Museum/New York (2012) e Concordia University/Montreal (2012).

PROJETO OCTÓGONO – ARTE CONTEMPORÂNEA
Criado em 2003, o projeto Octógono Arte Contemporânea ocupa um espaço importante do museu que apresenta produções de arte contemporânea em consonância com o acervo da Pinacoteca. Ao longo desses 12 anos, o projeto apresentou cerca de 40 sites-specifcs de artistas brasileiros e estrangeiros. Entre eles Carlito Carvalhosa, Artur Lescher, João Loureiro, Rubens Mano, Joana Vasconcelos, Alexandre Estrela e Laerte Ramos.

Créditos