Logo da Pinacoteca

Apoie

Logo da Pinacoteca

Laércio Redondo:

Relance

24 nov 2018
25 fev 2019

O artista Laercio Redondo (Paranavaí, PR, 1967), radicado em Estocolmo, foi convidado a desenvolver um projeto para o Octógono, que se desdobra também pela exposição de longa duração do acervo da Pinacoteca. A origem da ideia está na prática do artista Estevão Silva (c.1844-1891) – o primeiro pintor de ascendência africana a frequentar a Academia Imperial de Belas Artes do Rio de Janeiro –, que se valia do recurso de apresentar suas pinturas de natureza-morta juntamente com as frutas representadas, de modo que o cheiro das frutas também fizesse parte da percepção do observador. A proposta de Redondo envolve, portanto, um percurso pela coleção em que displays com cheiros serão colocados em lugares estratégicos da mostra. A associação entre cheiro e memória acionará uma outra camada de relação entre o visitante e as obras ao seu redor, podendo ser utilizada também para falar daquilo que não está representado visualmente nas obras ali presentes. O artista trabalhará com uma equipe que inclui um perfumista e um arquiteto, responsáveis, respectivamente por criar os odores e desenhar os displays onde os cheiros serão acessados pelo público. Com curadoria de Fernanda Pitta.