Logo da Pinacoteca

Apoie

Logo da Pinacoteca

MUNTADAS: INFORMAÇÃO>>ESPAÇO>>CONTROLE

26 fev 2011
08 maio 2011

A Pinacoteca do Estado de São Paulo apresenta, na Estação Pinacoteca, a exposição MUNTADAS: INFORMAÇÃO»ESPAÇO»CONTROLE. Antoni Muntadas (Barcelona, Espanha, 1942) é um dos mais importantes artistas contemporâneos e desde os anos 1970 expõe no Brasil. Participou de duas edições da Bienal Internacional de São Paulo (1981 e 1983) e de individuais na Galeria Luisa Strina (1987,1992,1997, 2000, 2004), em São Paulo, e no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (2000). Sua obra observa de maneira crítica a imprensa escrita e audiovisual, evidenciando a maneira como é construída a opinião pública, como é gerado o consenso e como é sedimentado o “senso comum”.

A mostra apresenta cinco trabalhos: Stadium XIV (Estadio XIV), 1989 (2011) e Alphaville e outros, 2011, contextualizadas no Brasil, On Subjectivity (Sobre a subjetividade), Video is Television? (Vídeo é televisão?), 1989, e On Translation: Fear/Miedo, 2005 e Miedo/Jauf, 2007 (Sobre tradução: Medo/Medo).

Stadium XIV integra uma série, chamada Media Architecture Installations, cujos trabalhos incorporam a linguagem da arquitetura. A obra enfatiza a idéia do estádio como espaço de comunicação e questiona o papel do espectador por meio de uma inversão: se o público tradicionalmente senta-se na parte externa do estádio, nesta obra ele é projetado para centro do campo, delimitada por uma “grade” de colunas que configura uma elipse.

Em Alphaville e outros, o artista analisa o fenômeno urbano dos condomínios fechados que surgiram nas grandes cidades como um reflexo do medo e das noções de segurança e exclusividade. Segundo o curador Jose Roca, “em São Paulo este fenômeno expandiu-se em grande escala, gerando um urbanismo de exclusão com muros, avisos, grades, publicidade, câmaras, guaritas de vigilância, todas as retóricas do controle que privatizam o espaço público a partir da doutrina da ação preventiva. No vídeo, concebido por Muntadas fragmentos descontextualizados do filme Alphaville, de Godard – que ironicamente inspirou o nome bairro de luxo paulista Alphaville -, são misturados com filmes promocionais, animações digitais e outras imagens de diversas procedências como muros, câmaras, portas, catracas, piscinas, quadras de tênis e jardins”.

Na projeção Video is Television?, um grupo de palavras se sobrepõe a uma série de imagens que aparece em televisores, capturada de diferentes fontes audiovisuais e cinematográficas. A obra condensa o conceito de paisagem dos meios, desenvolvido por Muntadas desde seus projetos dos anos 1970 e 1980, que trata da mídia como agente construção de outra realidade. Esta obra conduz o espectador para o próximo trabalho, On Subjectivity, no qual o artista utiliza imagens descontextualizadas procedentes dos meios de comunicação e propõe ao espectador uma reconsideração da informação exposta.

On Subjectivity é composta por dois ensaios paralelos: uma publicação, On Subjectivity (50 photographs from “The Best of Life”), e um vídeo On Subjectivity (About TV). A publicação apresenta 50 fotografias do livro The Best of Life (O melhor da vida), com imagens publicadas pela revista norte-americana Life, cada uma com cinco interpretações diferentes. Já no vídeo On Subjectivity (About TV) o artista elabora sua visão crítica sobre a televisão questionando, por exemplo, o papel do espectador contrapondo a imagem de uma tempestade de neve com a tempestade de informação a qual é submetido.

Já nos vídeos On Translation: Fear/Miedo, 2005 e Miedo/Jauf, 2007 o artista traz a tona a emoção/sensação do medo sob as perspectivas do pessoal, do público, do midiático e do político. Foram realizados a partir de tomadas abertas e de entrevistas com pessoas situadas lado a lado em fronteiras entre o norte e o sul: Fear/Miedo em San Diego e Tijuana (limite entre os Estados Unidos e México, “América do Norte” e “América do Sul”); Miedo/Jauf em Tarifa e Tanger (limite entre Espanha e Marrocos, Europa e África). Em ambos os casos trata-se de lugares paradigmáticos de negociação e tradução.