Logo da Pinacoteca

Apoie

Logo da Pinacoteca

Paul Ramirez Jonas – The Commons / Domínio público

18 jun 2011
04 set 2011

{START:GLL}33{END:GLL}

A Pinacoteca do Estado de São Paulo apresenta exposição de Paul Ramirez Jonas (Califórnia – EUA, 1965), dentro do Projeto Octógono Arte Contemporânea. Ramires Jonas desenvolve trabalhos em diversos suportes como, fotografia, escultura e instalações, dando novos significados para objetos, eventos e experiências a partir da história da arte, da ciência, da tecnologia e da política. Além disso, suas instalações públicas propõem um diálogo com o espectador, gerando novas possibilidades de experiências estéticas. 

Para o Projeto Octógono, Paul Ramirez Jonas construiu uma grande escultura eqüestre em cortiça, seguindo o padrão criado no Renascimento (séculos XIV e XV) a partir da referência romana, a matriz clássica representada pela escultura de Marco Aurélio, localizada na Praça do Capitólio, em Roma. Sobre o titulo da mostra The Commons / Domínio público, o artista afirma que a obra levanta questões sobre o papel do museu como um monumento, um espaço coletivo, um lugar de encontros e trocas de idéias, neste caso, feito a partir das notas que o público poderá deixar na base da obra. "Eu uso a cortiça, porque é um material que pode publicar um número infinito de vozes por meio de recados que são fixados na base do cavalo. A cortiça se opõe à voz singular do Estado, ou à identidade singular do governante ou herói normalmente retratado em um cavalo, ou à inscrição, singular e imutável no espaço público que permita bronze e pedra" afirma o artista.

Para Ivo Mesquita, curador da mostra, Paul Ramírez Jonas representa todo um segmento das práticas artísticas contemporâneas que envolve, de um lado, a tradição do fazer artístico, e, de outro, a participação dos espectadores. Além disso, o humor e o jogo de sentidos também são postos em movimento: o que seria um monumento para ser em bronze e atravessar os séculos, como o modelo da Antiguidade, é feito de algo frágil e transitório como a cortiça.
Sobre o artista

Paul Ramírez Jonas nasceu em 1965, Califórnia – EUA; vive e trabalha em Nova York. Educado em Honduras, retorna aos Estados Unidos em 1983. Em 1987 gradua-se em Studio Arts pela Brown University, Rhode Island – EUA, e em 1989, termina estudos de pós-graduação em pintura (MFA) na Rhode Island School of Design, instalando-se, posteriormente, em Nova York, onde vive atualmente. Desde 1994, Jonas tem realizado diversas exposições como:, 7ª Bienal do Mercosul, Porto Alegre, (2009); 53 Biennale di Venezia , Veneza, (2009); The Quick and the Dead, Walker Art Center, Minneapolis, EUA (2009); I Create As I Speak, The Aldrich Contemporary Art Museum, Ridgefield, EUA, (2008); 28ª Bienal de São Paulo, (2008); ABRACADABRA, The Jack S. Blanton Museum of Art, Austin, EUA, (2007); 6th Shanghai Biennale, (2006); inSite_05, San Diego, EUA & Tijuana, México, (2005); Heavier than Air, Ikon Gallery, Birmingham, Inglaterra (2004); Zach Feuer Gallery (LFL), Roger Björkholmen Galleri, Estocolmo, (2003); Nova Iorque,(2003); Not the old, not the new, but the necessary, Arcadia University Art Gallery , Glenside, PA, (1998); Heavier Than Air,White Cube, Londres, Inglaterra, (1994).