Logo da Pinacoteca

Apoie

Ingressos

Logo da Pinacoteca

Lais Myrrha: O condensador de futuros

04 dez 2021
21 fev 2022

Período: de 04.12.21 a 21.02.22

A obra faz alusão a cúpula do Senado Federal e estará fixada a uma altura de 1,30m.

Confira aqui a exposição. Fotos: Levi Fanan

 

A Pinacoteca de São Paulo, museu da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, inaugura neste sábado (4), a partir das 10h, a instalação inédita O condensador de futuros, da artista Lais Myrrha (Belo Horizonte, 1974) no espaço central do museu – o Octógono.

Com curadoria de Ana Maria Maia, o trabalho é constituído de uma grande estrutura côncava que o visitante, ao adentrar, poderá encarar de maneiras diversas: abrigo, armadilha, nave, fundo infinito, entre outros significados. A programação faz parte do Projeto Octógono Arte Contemporânea que comissiona obras site especific para o local desde 2003.

Devido as suas dimensões e forma côncava, a estrutura provoca modificações no próprio espaço do Octógono, ao encobrir a visualização do seu famoso teto com janelas, tornando também impossível ter uma visão panorâmica da obra a partir do segundo andar. O condensador de futuros é uma espécie de enigma que deve ser desbravado internamente.

O trabalho de Lais Myrrha é marcado por reflexões sobre os territórios, a história, a memória e a política. Ao fazer alusão à arquitetura moderna, em Brasília, a artista procura compreender como as construções célebres, neste caso uma referência a uma das obras de Oscar Niemeyer, podem influenciar no imaginário público e na memória coletiva.

Sobre o Projeto Octógono

Criado em 2003, o projeto Octógono Arte Contemporânea ocupa um espaço importante na Pinacoteca, apresentando produções de arte contemporânea comissionadas pelo museu. Ao longo desses 18 anos, o projeto apresentou cerca de 40 sites specifics de artistas brasileiros e estrangeiros, entre eles já passaram pelo projeto nomes como Ana Maria Tavares, André Komatsu, Artur Lescher, Carla Zaccagnini, Carlito Carvalhosa, Joana Vasconcelos, João Loureiro, José Spaniol, Laura Vinci, Laura Lima, Regina Silveira, Rubens Mano, Jorge Pardo, entre outros. Desde o seu surgimento, debates sistemáticos sobre a produção e ideias que conformam a contemporaneidade nas artes visuais foram realizados.

Sobre a Pinacoteca de São Paulo

A Pinacoteca de São Paulo é um museu de artes visuais com ênfase na produção brasileira do século XIX até a contemporaneidade e em diálogo com as culturas do mundo. Museu de arte

mais antigo da cidade, fundado em 1905 pelo Governo do Estado de São Paulo, vem realizando mostras de sua renomada coleção de arte brasileira e exposições temporárias de artistas nacionais e internacionais. A Pinacoteca também elabora e apresenta projetos públicos multidisciplinares, além de abrigar um programa educativo abrangente e inclusivo.

Serviço: O condensador de futuros

Artista: Lais Myrrha

Curadoria: Ana Maria Maia

De 04.12.21 a 21.02.22

Octógono da Pinacoteca de São Paulo Ingressos com reserva de horário aqui.

Edifício Pina Luz Praça da Luz 2, São Paulo, SP