Detalhe de obra da exposição Pagã.

Tipo: Exposições | Local: Edifício Pina Estação

Data Início Exposições 01 de abril de 2023 - Data Término Exposições 13 de agosto de 2023

Exposições: Regina Parra: Pagã

A exposição “Pagã,” da artista Regina Parra, ocupa o 2º andar da Pinacoteca Estação e é um projeto experimental desenvolvido para a Pina, onde a artista fala sobre o corpo feminino, seu prazer, liberdade e insubordinação.  

Em uma espécie de peça teatral dividida em nove cenas, Parra convida o público a percorrer uma travessia de referências em pinturas, performance, escultura, vídeos e neons para acompanhar a saga de Pagã. 

Em diálogo com diferentes campos criativos, a artista transforma o museu em espaço cênico para contar a história de uma mulher que abdica de uma vida socialmente confortável e inicia um ritual de descoberta e transformação de si e do seu corpo.  

PAGà

Uma personagem que é o arquétipo de uma mulher, ou um espelho, de identidade individual, mas às vezes coletiva, Pagã atende ao chamado e inicia um ritual de descoberta. Na primeira cena da mostra, sua história se cruza a da jovem retratada nos afrescos da Vila dos Mistérios, na cidade italiana de Pompéia, no século 2 a.C. 

Transitando por diferentes linguagens e referências em cada ato, Regina Parra revela o desejo de que as mulheres se reconheçam no arquétipo de Pagã, em uma experiência de reconhecimento do seu corpo e de si. Os trabalhos de Parra se transformam em um vocabulário poético e político, em uma jornada que termina na reapropriação do próprio gozo, com a pintura O gosto do vivo (2023). 

Sobre a Artista

Nascida em São Paulo em 1984, Parra é bacharel em Artes Plásticas e mestre em História da Arte.  Nos últimos anos, seus trabalhos foram expostos em instituições como Jewish Museum (NY), Pablo Atchugarry Art Center (Miami), Mana Contemporary (Chicago), Shiva Gallery (NY), PAC_Padiglione d’Arte Contemporanea (Milão), Museu Nacional (Lisboa), On Curating Project Space (Zurique), Galeria Senda (Barcelona), MASP, Pinacoteca de São Paulo, MAM, Instituto Tomie Ohtake, Pivô, CCSP, Parque Lage, Paço das Artes, Fundação Marcos Amaro, Instituto Figueiredo Ferraz (todos no Brasil).  

Realizou exposições individuais na Galeria Millan (SP), Fundação Marcos Amaro (SP), MASC_Museu de Santa Catarina (SC), Sítio (SC), Pivô (SP), Centro Cultural São Paulo Paço das Artes (SP), Fundação Joaquim Nabuco (PE) e Galeria Leme (SP). 

Em 2021, foi selecionada para ser uma artista residente da Monira Foundation na Mana Contemporary (NJ). No ano anterior, foi selecionada para o The Watermill Center Residency Program (NY). Em 2019, fez parte da Annex_B Artist Residency (NY). E, em 2008, foi artista residente no Residency Unlimited Program (R.U.), no Brooklyn (NY). Parra também participou do Programa de Residência de Pesquisa Pivô, em 2014. E fez parte da primeira edição do Red Bull House of Art, em 2009 (ambos em São Paulo).

Recebeu o Prêmio SP_Art Fair, o Prêmio Vídeo da Fundação Joaquim Nabuco e o Prêmio VideoBrasil. Parra também foi indicada para o Emerging Artists Award na Cisneros Fontanals Art Foundation. Hoje, ela vive e trabalha entre São Paulo e Nova York. 

Mais Informações 

A mostra tem curadoria de Ana Maria Maia, ela conta com apresentações performáticas. A primeira performance acontecerá no dia 1º de abril, às 12h e às 15h ( segunda data a ser definida). 

Ingresso 

Inteira: R$ 30,00
Meia-entrada: R$ 15,00

Serviço 

Local: Pina Estação
Data: 1º de abril de 2023 — 13 de agosto de  2023
Endereço: Largo General Osório, 66, São Paulo — SP.
Horário de funcionamento: de quarta a segunda, das 10h às 18h.

Fotos

-

-

Imagens: Christina Rufatto

Materiais

Tour Virtual

Eventos Relacionados

Assine nossa Newsletter

e acompanhe nossa programação

.

    Clicando em "Aceito todos os Cookies" ou continuar a navegar no site, você concorda com o
    armazenamento de cookies no seu dispositivo para melhorar a experiência e navegação no site.
    Consulte a Política de Privacidade para obter mais informações.

    Aceitar todos os Cookies